Sessão Ordinária Câmara Municipal de Santa Luzia D Oeste- RO 05.12.2011

                         Estado de Rondônia

          Câmara Municipal de Santa Luzia D’Oeste

Ata da Quadragésima Terceira Sessão Ordinária, do Segundo Período Legislativo, da Terceira Sessão Legislativa, da Sétima Legislatura da Câmara Municipal, realizada às dezenove horas, do dia cinco de Dezembro do ano de dois mil e onze, sob a Presidência do Vereador José Antonio, na presença de todos os edis da casa, constatou o número legal de quorum e invocou a proteção de Deus, solicitou do edil Nei a leitura de um trecho da Bíblia Sagrada, iniciou os trabalhos com a aprovação da Ata anterior, lida as correspondências recebidas que constou de: Nota de Esclarecimento da Câmara referente a diligência do Ministério Publico de busca e apreensão na Prefeitura no dia 02 de dezembro; Decreto 079 e Of. 591 do Prefeito; Of. circ 631/MP e recomendação 006/2011; Convite do Tribunal de Contas de Rondônia; Convite da APAE de Cacoal; INDICAÇÃO 165 Adão; Nº 166 Nandi; REQUERIMENTO justificativa de falta do edil Adair nas 41ª e 42ª sessão ordinária.  PEQUENO EXPEDIENTE os edis Adair, Gildecio e Valdir fizeram uso da palavra e agradeceram a presença do publico. O edil Nei comentou sobre a inauguração do Banco do povo em Rolim de Moura com a presença do Governador; da realização do dia de campo realizado pela Emater; cobrou do Prefeito a iluminação publica. O edil Nandi agradeceu ao empenho da Promotoria de Justiça e da Policia civil regional pela ação de busca e apreensão na Prefeitura para apurar denuncias de fraudes nos processos de licitação e que ele fez denuncia também no Tribunal de Contas e na Polícia Federal. O edil Adão falou da importância em fazer mutirão sobre a dengue; convidou a todos para uma reunião no próximo dia nove para tratar da construção de casas aos agricultores através da Caixa Econômica; cobrou do Prefeito providencias para resolver a inadimplência do Município. Na ORDEM DO DIA foi aprovado o Requerimento de falta do edil Adair.  No GRANDE EXPEDIENTE ninguém fez uso da palavra em virtude do tempo para a realização da sessão solene às vinte horas para entrega de certificados aos homenageados com Moção de Aplausos.  Os discursos na integra ficam gravados na Secretaria da Câmara, agradeceu a proteção de Deus e encerrou os trabalhos que secretariei e assina o Presidente.