Resumo das Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Santa Luzia D Oeste- RO 11/07/2012

                                                   Estado de Rondônia

      Câmara Municipal de Santa Luzia D’Oeste


Ata da vigésima terceira Sessão Ordinária, do Primeiro Período Legislativo, da Quarta Sessão Legislativa, da Sétima Legislatura da Câmara Municipal, realizada excepcionalmente às nove horas do dia onze de julho do ano de dois mil e doze, em virtude do falecimento do servidor Claudionor (Lorinho) ocorrido no dia nove, sob a Presidência do Vereador José Antonio, na presença dos edis Adair, Adão, Elder, Ernandes, Gildecio, José Wilson, Uesnei e Valdir, constatou o numero legal de quorum e invocou a proteção de Deus, solicitou do edil José Wilson a leitura de um trecho da Bíblia Sagrada, iniciou os trabalhos com a aprovação das Atas anterior, lida as correspondências recebidas que constou de: Of. 257 e 258/Prefeito; Of. Cir. 18/Junta Militar; REQUERIMENTO Nº 75 e 76 Adão e Nandi; Nº 77 Nei e Adair; Projeto de Lei 21/2012 do executivo que “DISPOE SOBRE AS DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA O EXERCICIO DE 2013”; Projeto de Resolução 04/2012 de autoria dos edis Adair, Nei, José Wilson e Adão que “DA NOVA REDAÇÃO AO ARTIGO 127 DO REGIMENTO INTERNO DA CAMARA (que altera o horário das sessões do segundo período p/8 h)”. NO PEQUENO EXPEDIENTE fez uso da palavra o edil Adão lamentou as condições da ambulância quando do atendimento a ocorrência de acidente e a porta não abriu. O edil Nandi criticou as condições da ambulância; lamentou os moradores das casas populares arcando com os custos do padrão de energia, informou que está assegurada uma retro escavadeira para o Município através do MDA. O edil Gildecio fez comentários sobre a informação da liberação de uma retro através do MDA e chamou atenção como sendo uma ação de estratégia política. NA ORDEM DO DIA foram aprovados todos os Requerimentos após serem discutidos; Projeto de Resolução 04 foi aprovado em única votação, após ser discutida; o Projeto de Lei 21 foi tramitado para o Jurídico e Comissões.  NO GRANDE EXPEDIENTE o edil Nandi justificou que para liberar a retro através do MDA é necessário cadastrar o município; que todos têm a oportunidade de apresentar os trabalhos realizados e fez criticas a atual administração; alegou que sempre manteve seu discurso desde o inicio do mandato. O edil Gildecio comentou sobre a liberação do retro e criticou o procedimento; teceu comentários sobre as denuncias feitas ao Prefeito e que nada foi apurado e, no entanto é candidato novamente; que todos têm direito de tecer seus comentários, falou de seu serviço prestado ao município. O edil Pirulito comentou sobre a atuação de cada parlamentar e que as criticas políticas dever ser feitas em palanque e que na casa deve tratar de assuntos do legislativo e da administração, que a ordem no recinto deve ser respeitada sempre, independente do período eleitoral; lamentou paciente de alta no hospital na capital sem condições de retornar por falta de ambulância, foi aparteado pelo edil Nandi. O edil Adão falou sobre a falta de ambulância, que a saúde é prioridade; comentou sobre a instalação da energia na COHAB III; dos trabalhos dos parlamentares e dos projetos aprovados; cobrou do executivo a elaboração do Decreto sobre a tarifa dos serviços de transporte coletivo taxi para regulamentar a Lei; que todos devem fazer políticas sem agredir ninguém e que as criticas devem ser construtivas. Os discursos na integra ficam gravados na Secretaria da Câmara, agradeceu a proteção de Deus e encerrou os trabalhos que secretariei e assina o Presidente.